Paula Francineti Ribeiro de Araujo      

 

Pesquisadora de pós-doutorado vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal da Grande Dourados, na linha de pesquisa Linguística Aplicada e Estudos de Fronteira, sob a coordenação do Prof. Dr. Adair Vieira Gonçalves. Doutora em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2013) com estágio doutoral na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação na Université de Genève com Jean-Paul Bronckart. Professora e coordenadora de Língua Portuguesa do Ensino Básico Técnico e Tecnológico do Instituto Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Aplicada, atuando principalmente com letramento de jovens e adultos, prática de ensino, formação de professor e produção de materiais. Líder do Grupo de Estudo, Formação e Linguagem vinculado a PRPGI/IFMA http://dgp.cnpq.br/diretorioc/html/lider/index.jsp?id=7310294510550022&codrh=K4713370E6; participante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Linguística Aplicada (GEPLA) vinculado ao PPGL/UFC, ambos com os objetivos: i) desenvolver pesquisas no âmbito da formação de professores de línguas materna e estrangeiras, e ii) produzir e analisar material didático de línguas materna e estrangeiras.

 

 

 

Danielle Ferreira Costa     

 

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2017-2021). Possui Mestrado em Estudos de Linguagens pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (2012) e Graduação em Letras pela Universidade Federal do Maranhão (2007). Atualmente é professora de língua portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão e chefe do Departamento Acadêmico de Letras - IFMA/CAMPUS MONTE CASTELO. Participa desde de 2011 do Grupo de Pesquisa Linguagens,Cultura e ensino: o uso da língua na formação técnica e tecnológica, e desde de 2013 do Grupo de Estudo, Formação e Linguagem. Coordenadora da Mostra Cultural em Homenagem a Edgar Allan Poe (2013), do CONNEPI Cultural (2014) e do Festival de Teatro Medieval (2016). Tem experiência na área de Letras, Linguística e Artes, com ênfase em Cinema, Teatro, Teoria Literária, Filosofia da Linguagem, Literatura Comparada e Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura Contemporânea; Teatro Medieval; Teatro Moderno; Narrativa cinematográfica, Imaginários Identitários Brasileiros: construção e desconstrução, Chico Buarque, Intelectual Brasileiro, Ditadura Civil-militar.

 
 

Ana Silvina Fonseca    

 

Possui graduação em Administração (Faculdade Católica de Brasília(1990), graduação em Letras (Universidade Federal do Maranhão (1995), graduação em Direito (Universidade Ceuma (2004), mestrado em Literatura Brasileira (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1999) e doutorado em Linguística (Universidade Federal do Ceará (2013). Atualmente é professora adjunto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira e Linguística

 

 

Liana Márcia Gonçalves Mafra

 

Possui graduação em Letras Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão. Especialização em Metodologia do Ensino de Língua Espanhola. Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em História, Ensino e Narrativas,da Universidade Estadual do Maranhão. Atualmente é professora de Língua Espanhola do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA), campus Monte Castelo. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Linguística Aplicada, Língua Estrangeira; Área dos Estudos Literários, com ênfase na relação literatura, história e memória; literatura latino-americana. gêneros literários.

 

Ana Lourdes Queiroz da Silva

 

Mestrado em Letras pelo Programa de Pós-Graduação em Letras/CCH da Universidade Federal do Maranhão, na linha de pesquisa Discurso, Literatura e Memória (2017). Possui especialização em Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual do Maranhão e graduação em Letras pela Universidade Estadual do Maranhão (2002). É professora assistente (Magistério Superior) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. Pesquisadora do Grupo de Estudo, Formação e Linguagem vinculado a PRPGI/IFMA dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3309388138934954, com os objetivos de desenvolver ações e pesquisas de intervenção sobretudo de Didática de línguas, com vistas na formação continuada de professores e na elaboração de materiais didáticos de língua portuguesa.Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Aplicada, atuando principalmente na área da Análise do Discurso, memória e identidade.

 

 

Eliúde Costa Pereira

 

Possui graduação em LETRAS - LICENCIATURA PLENA pela Universidade Federal do Maranhão (1997), especialização em Linguística do texto e em Docência do Ensino Superior, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestrado e doutorado em Linguística, pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Profissionalmente, iniciou suas atividades na Escola de Educação Básica e Profissional Fundação Bradesco (Pinheiro-MA), onde exerceu as funções de Escriturário, Professor do Ensino Médio e Assistente de Direção. Atua como professor de Língua Portuguesa, do Ensino Médio, na rede estadual de ensino do Maranhão, desde 1998, e colabora nos cursos de pós-graduação Lato sensu do Instituto de Ensino Superior Franciscano (IESF/MA), desde 2010. Também é membro do grupo de pesquisa GEFORLIN (Grupo de Estudo, Formação e Linguagem), vinculado ao Instituto Federal de Educação do Maranhão (IFMA).

 

 

 

Danielle Vanessa Costa Sousa

 

Possui graduação em Letras-Habilitação em Língua Inglesa pelo Centro de Ensino Atenas Maranhense Ltda - FAMA (2006) e especialização em Docência na Educação Básica e Superior pelo Instituto de Ensino Superior Franciscano-IESF, mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (Área de concentração: Linguística Aplicada / Linha de pesquisa: Língua Brasileira de Sinais-2017) e é doutoranda em Linguística por essa mesma universidade. Atualmente é Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão-IFMA e Coordenadora do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas-NAPNE. Também atua como Tradutora/Intérprete de Libras/Português/Libras no Centro de Ensino e Apoio a Pessoa com Surdez (CAS/MA). Foi Tradutora/Intérprete de Libras/Português/Libras da Secretaria Municipal de Educação-SEMED (2009-2011). Possui certificação de Proficiência em tradução/interpretação Libras/Português/Libras nível médio e superior. Atua principalmente nos seguintes temas: formação de Intérpretes/Tradutores da Libras, educação bilíngue, Libras, ensino-aprendizagem de Libras como língua adicional.

 

 

Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin

 

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1997) e Doutorado em Educação pela mesma universidade (2001). É professora associado da Universidade Federal do Ceará. Coordenou o Programa de Pós-graduação em Linguística e o MINTER/UFC/UFMA. Coordenou a formação de professores de Língua materna do PROJOVEM Urbano em 2009 e deu assessoria à Secretaria de Educação do Municipio de Fortaleza em 2011, na produção das Diretrizes Curriculares. Atuou na Université de Bordeaux como professora convidada. Coordena o FLAEL - Fórum de Linguística Aplicada e Ensino de Línguas, desde 2006. Líder do GEPLA - Grupo de Estudos e Pesquisas em Linguística Aplicada. Coordena o Curso de Português Língua Estrangeira. Pesquisas com ênfase no ensino e aprendizagem de línguas, no agir professoral, na formação e no letramento do professor. Realizou o Estágio de Pós-doutorado na Université Sorbonne Nouvelles Paris III e na Universié de Genève. 

 

 

Joelina Maria da Silva Santos

 

Graduada em Letras e Artes - Licenciatura - pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Fez Mestrado em Pedagogia Profissional pelo convênio CEFET/CUBA, com diploma revalidado pela Universidade Estadual do Ceará e fez Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho - UNESP Araraquara/SP. Professora efetiva do Departamento Acadêmico de Letras DAL- do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), Campus Monte Castelo. Líder do grupo de pesquisa: Culturas, Linguagem e Ensino: o uso da língua na formação técnica e tecnológica, cadastrado no CNPq. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Letras, Linguística, Literaturas e em Educação. Chefe do Departamento Acadêmico de Letras do IFMA- São Luís Monte Castelo desde 10 de setembro de 2012.

 

 

Vilma de Fátima Diniz de Souza

 

Possui graduação em Letras Modernas pela Universidade Federal do Maranhão (1984). Atualmente é professora do ensino técnico Integrado e do ensino superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão- IFMA. Doutora em Linguística e Língua Portuguesa. Professora titular da Faculdade Santa Terezinha - CEST. Vasta experiência em ensino de língua portuguesa e inglesa.Pesquisadora nas áreas de leitura e produção textual e fonética e fonologia.Tem experiência na área de Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: aquisição de línguas, Metodologia do ensino de línguas, ensino de língua portuguesa, competência e habilidade no ensino - aprendizagem - pesquisa.

 

 

 

Alessandra Ferro Salazar Caro

 

Mestrado em Teoria Literária pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras - Curso de Mestrado em Letras da Universidade Estadual do Maranhão/UEMA, na linha de pesquisa: Literatura, Memória e Cultura. Graduação em Letras, com habilitação em Espanhol e Literatura de Língua Espanhola - Pelo Centro de Ensino Atenas Maranhense Faculdade Atenas Maranhense. Possui especialização em Docência na Educação Superior pela Faculdade Santa Fé. Atualmente é professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), Campus Monte Castelo. Pesquisadora dos Grupos de Estudo: Linguagens, Culturas e ensino: o uso da língua na formação técnica e tecnológica vinculado a PRPGI/IFMA, com o objetivo de desenvolver pesquisas que envolvam os diferentes usos da linguagem em sua interface com as diversas manifestações da cultura com vistas à ampliação das trocas simbólicas necessárias à formação e humanização do aluno do ensino técnico e tecnológico e do Grupo de Estudo Formação e Linguagem (GEFORLIN) vinculado a PRPGI/IFMA, com os objetivos de desenvolver ações e pesquisas de intervenção sobretudo de Didática de línguas, atuando principalmente na formação continuada de professores e na elaboração de materiais didáticos de língua portuguesa. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Espanhola e literaturas.

 

 

            © GEFORLIN. Todos os direitos Reservados